hugo

Quatro milhafres-pretos

Quatro milhafres-pretos (Milvus migrans) que estiveram em recuperação no CERVAS foram devolvidos à Natureza e ainda vão a tempo de passar o Outono e o Inverno em África.
Ver Mais
hugo

Três andorinhas-dos-beirais

Gouveia assistiu à devolução de três andorinhas-dos-beirais (Delichon urbicum) à Natureza.
Ver Mais
hugo

Dois abelharucos

Os dois abelharucos (Merops apiaster) encontrados em Gouveia já foram devolvidos à Natureza, prosseguindo a sua migração para África.
Ver Mais
hugo

Cinco cegonhas-brancas

Cinco cegonhas-brancas (Ciconia ciconia) foram devolvidas ao seu habitat natural, em Coimbra e em Estarreja.
Ver Mais
hugo

Mochos-d´orelhas

Os sete mochos-d´orelhas (Otus scops) recolhidos pelo CERVAS já foram devolvidos à Natureza em diferentes locais de Gouveia (Mata da Cerca e Vinhó).
Ver Mais
hugo

O bútio-vespeiro

Um jovem bútio-vespeiro (Pernis apivorus) foi devolvido à natureza, em Gouveia.
Ver Mais
hugo

Duas águias-calçadas

Duas águias-calçadas (Aquila pennata) juvenis foram devolvidas à Natureza, em Seia.
Ver Mais
hugo

Quatro Grifos

Quatro grifos (Gyps fulvus) regressaram aos céus. As devoluções à Natureza decorreram em áreas protegidas, nomeadamente, a Reserva Natural da Serra da Malcata e o Parque Natural do Douro Internacional. 
Ver Mais
hugo

36 andorinhões

Em 2019 foram devolvidos ao seu habitat natural 36 andorinhões.
Ver Mais
hugo

400 alunos Heróis por um dia

Mais de 400 alunos do 1º ciclo do ensino básico das escolas de Vieira do Minho, Montalegre e Ribeira de Pena foram Heróis por um dia. Uma iniciativa da REN – Redes Energétcas Nacionais, com o apoio do Ministério da Educação e do Ministério do Ambiente e Transição Energética, que conta ainda com o apoio técnico da Quercus. 
Ver Mais
hugo

O laboratório natural

Sabias que há um laboratório natural em Macedo de Cavaleiros?
Ver Mais
hugo

Desflorestação da Amazónia

Até setembro deste ano, a desflorestação da Amazónia tinha aumentado 80% comparativamente ao mesmo período, em 2018. Um estudo divulgado pelo Instituto do Homem e do Meio Ambiente da Amazónia (Imazon) calcula que, em apenas um mês, a área de floresta perdida na região ascendeu aos 802 quilómetros quadrados.
Ver Mais
hugo

Quatro corujas-das-torres

As 4 corujas-das-torres (Tyto alba) que tinham ingressado no CERVAS  já foram devolvidas à Natureza. As corujas deram entrada no centro por diversas razões, desde atropelamento (a causa mais frequente) a queda precoce do ninho. 
Ver Mais
hugo

Heróis de Toda a Espécie

O CERVAS foi convidado pela REN para mais uma ação de educação ambiental, no âmbito do projeto "Heróis de Toda a Espécie". A iniciativa decorreu em Vieira do Minho. 
Ver Mais
hugo

6 mochos-galegos

Seis mochos galegos foram devolvidos à Natureza. Os animais foram libertados em diferentes locais, como a Covilhã, Figueira de Castelo Rodrigo, Fornos de Algodres e Viseu.
Ver Mais
hugo

Voar para África?

As cegonhas estão a tornar-se mais sedentárias. Na década de setenta, as cegonhas-brancas (Ciconia ciconia) migravam para o continente africano no inverno devido às temperaturas, mas agora a Península Ibérica parece ser o seu destino preferido.
Ver Mais
hugo

As pedras

O “granito nodular da Castanheira”, mais conhecido por "Pedra Parideira" é uma das principais atrações do Arouca Geopark. 
Ver Mais
hugo

Vem descobrir

A Câmara Municipal da Póvoa de Lanhoso tem organizando, nos últimos anos, um conjunto de caminhadas para dar o a conhecer o rico património cultural, histórico e ambiental do concelho.
Ver Mais
hugo

Nasceram 20 Águias- imperiais

Em 2019 nasceram mais 20 crias de águia-imperial-ibérica (Aquila adalberti) em Portugal. 
Ver Mais
hugo

Duas águias-d´asa-redonda

Duas águias-d´asa-redonda (Buteo buteo) regressaram à natureza em Vouzela e Figueira da Foz, respectivamente.
Ver Mais
hugo

Gaviões recuperados de colisões

Foram devolvidos à Natureza dois gaviões que tinham ingressado no CERVAS após colisão contra janelas.
Ver Mais
hugo

Estudantes de Veterinária

Um grupo de estudantes da Escola Universitária Vasco Da Gama, de Coimbra, em conjunto com o CERVAS, devolveu à natureza uma coruja-das-torres. 
Ver Mais
hugo

A rápida recuperação de

Uma cegonha-branca (Ciconia ciconia)  foi devolvida à Natureza na Escola Básica de Gouveia.
Ver Mais
hugo

2 cágados-mediterrânicos

As duas ações decorreram numa zona de Gouveia onde existem várias lagoas, perto do rio Mondego, e onde a espécie ocorre regularmente.
Ver Mais
hugo

Primeiras crias de coruja

As primeiras crias de coruja-do-mato de 2020 já regressaram à Natureza.
Ver Mais
hugo

A vida

Os andorinhões são aves com um modo de vida peculiar e surpreendente e vivem literalmente por cima das nossas cabeças, nas nossas cidades e aldeias, dentro dos telhados das nossas casas, sem que a maior parte das pessoas repare muito neles ou saiba da sua existência, confundindo-os com andorinhas. 
Ver Mais
hugo

Sabes como é o voo de caça

Os andorinhões são aves de vida quase exclusivamente aérea. A actividade de caça é feita em voo dentro de territórios relativamente pequenos e bem definidos, se houver abundância de insectos – uma realidade cada vez mais rara – mas, quando há escassez destes, percorrem distâncias maiores (superiores a 10km) em busca de alimento, mas sempre com a possibilidade de apanhar o que encontram pelo caminho. 
Ver Mais
hugo

O descanso ativo

Uma das características mais surpreendentes da vida dos andorinhões é o facto de conseguirem “dormir” em voo, de forma descontínua. 
Ver Mais

Harry Potter batiza nova espécie

A nova espécie de aranha encontrada na Índia foi batizada de Eriovixia gryffindori. O apelido é de um dos personagens criados por J.K. Rowling, autora de Harry Potter, pois a aranha tem a mesma aparência do Chapéu Selecionador.

Pipocas feitas de energia do sol

A empresa americana Bjorn Qorn produz pipocas através de energia solar. Para as fabricar, utiliza espelhos solares gigantes que refletem os raios solares, concentrando-os num tacho com os grãos de milho. À medida que ele vai aquecendo, o milho transforma-se em pipocas. 

O Sapo mais rezingão do mundo

Breviceps Fuscus ou sapo preto da chuva, é o anfíbio zangado proveniente da costa sul de África que vive em tocas escavadas por ele. A perda de habitat resulta da desflorestação ou incêndios.

2016 poderá ser ano mais quente

A ONU alerta: 2016 será “muito provavelmente” o ano mais quente registado. Num relatório divulgado, destaca as consequências alarmantes para a humanidade, provocadas pela falta de ação no combate ao aquecimento global.

Semana da Reflorestação Nacional

A Semana da Reflorestação Nacional é de 15 a 30 de novembro. O objetivo é que os cidadãos, escolas, freguesias e municípios de todas as regiões se unam para a reflorestação do país e defesa e promoção das espécies autóctones.

130 anos da Estátua da Liberdade

Foi inaugurada a 28 de outubro de 1886. Foi transportada de barco até os Estados Unidos em 350 peças embaladas em 214 caixotes. A viagem demorou cerca de um ano e a montagem e fixação apenas do pedestal demoraram quatro meses. 

 

O Outono está a chegar!

O início do Outono é também conhecido como equinócio do Outono. Segundo a astronomia este é o fenómeno que marca o fim do Verão e chegada desta nova estação. A estação das folhas caídas, começa este ano no dia 22 de setembro às 14h21 horas e termina a 21 dezembro, às 10h44, dando lugar ao Inverno.

Panda Vermelho

No terceiro sábado de setembro realiza-se anualmente o Dia Internacional do Panda Vermelho com o objetivo de promover a preservação dos 2.500 animais selvagens da espécie existentes no mundo. Este ano aconteceu no dia 17 de setembro.

Propriedades dos pauis

…os pauis absorvem excessos de água nas épocas chuvosas e alimentam os lençóis freáticos nos períodos secos?

Pauis

… os pauis são importantes enquanto reguladores do sistema hídrico  e melhoram a qualidade da água devido à sua capacidade depuradora?

Serras de Aire e Candeeiros

… no Parque Natural das Serras de Aire e Candeeiros existem cerca de 1.500 lapas, grutas e algares?

Estuários

… os estuários dos rios funcionam como jardins de infância onde os peixes mais jovens encontram alimento e refúgio dos predadores?

Estuário do Tejo

… a Reserva Natural do Estuário do Tejo é uma das 10 zonas húmidas mais importantes da Europa… a Reserva Natural do Estuário do Tejo é uma das 10 zonas húmidas mais importantes da Europa?

Aves no Tejo

… a Reserva Natural do Estuário do Tejo é a principal zona húmida em termos de aves aquáticas migradoras?

Sapais

… as plantas dos sapais têm adaptações que lhes permitem resistir à salinidade da água?

Himantopus himantopus

… o pernilongo Himantopus himantopus é uma das poucas aves migradoras limícolas que nidificam em Portugal?

Estuários alterado

Os estuários são um recurso natural de grande importância por terem uma alta produtividade primária.

Sapal

Um sapal é constituído por sedimentos transportados por um rio sendo compostos por lodos, nateiros, areias e detritos que constituem terrenos de aluvião ciclicamente alagados pela maré.

Golfinhos do Sado

Na Reserva Natural do Estuário do Sado existe a única população portuguesa residente de golfinhos num estuário, os roazes-corvineiros.

Estuário do Sado

Na Reserva Natural do Estuário do Sado estão identificadas 261 espécies de vertebrados.

Os peixes do Guadiana

No Guadiana existem 8 espécies de peixes endémicos; em Portugal, 4 delas apenas existem na bacia do Guadiana.

Sagres

A maior concentração de aves planadoras, em Sagres ocorre nos meses de setembro e outubro.

Falco peregrinus

Nas arribas marítimas do Parque Natural do Sudoeste Alentejano e Costa Vicentina reproduze-se o falcão-peregrino Falco peregrinus e a gralha-de-bico-vermelho Pyrrhocorax pyrrhocorax.

Mata da Margaraça

A Mata da Margaraça, na Paisagem Protegida da Serra do Açor, é uma das raras relíquias da vegetação natural das encostas xistosas do centro do país.

Lagartixa-de-montanha

O Parque Natural da Serra da Estrela é o único local em Portugal onde vive a lagartixa-de-montanha.

Serra do Açor

Na serra do Açor encontra-se o maior número de azereiros Prunus lusitanica subsp lusitânica.

Lince-ibérico

O lince-ibérico é considerado o carnívoro mais ameaçado da Europa.

Pegadas de Dinossáurios

No Monumento Natural das Pegadas de Dinossáurios de Ourém existem trilhos de pegadas de dinossáurios herbívoros com175 milhões de anos.

Reserva do Paul do Boquilobo

 Na Reserva Natural do Paul do Boquilobo existe uma importante colónia de garças e colhereiros.

Berlenga Grande

Na Berlenga Grande existem cerca de uma centena de plantas e que algumas apenas existem ali e em mais nenhum lugar do mundo.

Airo

 O airo, uma ave que parece um pequeno pinguim, tem vindo a diminuir nas Berlengas.

Praia Grande do Rodízio

Na Praia Grande do Rodízio, no Parque Natural de Sintra-Cascais existem pegadas de dinossáurios.

Pedra da Anixa

Na Pedra da Anixa, situada no mar da Arrábida, já foram identificadas mais de 200 espécies de algas e invertebrados marinhos.

Ria Formosa

Na Ria Formosa passam o inverno aves do centro e norte da Europa, tais como a piadeira Anas penelope (na foto), pato-trombeteiro Anas clypeata, marrequinho-comum Anas crecca e zarro-comum Aythia ferina.

Forte de Sta. Maria

O Parque Natural da Arrábida tem um Museu Oceanográfico no Forte de Sta. Maria.

Galeirão-comum

A lagoa de Sto. André, juntamente com o Paul do Boquilobo, é o principal núcleo reprodutor de galeirão-comum existente no país.

Cravo Armeria pseudarmeria

O cravo-romano Armeria pseudarmeria é uma espécie endémica da península de Lisboa.

Mata Nacional dos Medos

A Mata Nacional dos Medos terá sido mandada plantar por D. Afonso V para evitar o avanço das dunas (medos) para os terrenos agrícolas do interior.

Parque Natural da Arrábida

No Parque Natural da Arrábida existem cerca de 300 espécies de borboletas.

Musgo Riella helicophylla

Castro Marim é a única zona conhecida em Portugal onde ocorre o musgo Riella helicophylla, uma espécie em perigo.

Ria Formosa

A Ria Formosa tem um importante papel como zona de reprodução e alimentação para numerosas espécies de peixes, moluscos e crustáceos.

Pernilongo Himantopus

O pernilongo Himantopus himantopus tem no estuário do Tejo uns dos seus principais locais de nidificação.

Pato-de-bico-vermelho Netta rufi

Em Portugal a lagoa de Sto. André é o local de invernada e de reprodução mais importante para o pato-de-bico-vermelho Netta rufina.

Bufo-real

O bufo-real Bubo bubo é a maior rapina noturna da Europa

Peneireiro-das-torres

A colónia de peneireiro-das-torres Falco naumanni existente em Mértola é a maior do país e uma das mais importantes da Europa.

Ilha do Pessegueiro

A ilha do Pessegueiro possui vestígios de ocupação romana.

A andorinha-do-mar-anã

A andorinha-do-mar-anã Sterna albifrons tem o seu maior núcleo reprodutor na Ria Formosa

Salinas de Castro Marim

As salinas de Castro Marim remontam ao século VIII a. C.

Sapal de Castro Marim

O Sapal de Castro Marim e Vila Real de Sto. António é reconhecido pela sua importância para a reprodução de várias espécies de peixes e local de invernada e de nidificação de inúmeras espécies de aves.

Os chapéus são feitos de papel

Ainda assim, existem dúvidas a respeito de como a necessidade de renovação processual causa impacto indireto na reavaliação das diretrizes de desenvolvimento para o futuro.

A águia é uma espécie protegida

Evidentemente, a constante divulgação das informações deve passar por modificações independentemente das regras de conduta normativas.Não obstante, a revolução dos costumes exige a precisão

Valorização

Desta maneira, a valorização de fatores subjetivos deve passar por modificações independentemente do processo de comunicação como um todo.

Descobre os novos Heróis da tua escola!

Tu podes ser um deles!